Desde os primeiros números, o Twoflagspost vem publicando assuntos relacionados ao microbioma humano. Esta nova ciência, vem sendo descortinada nos últimos 10 anos e visa facilitar diagnósticos à medida que se conheça quais bactérias presentes no intestino humano (e posteriormente de animais), estão relacionadas à determinadas patologias.

Inicialmente esse assunto parecia um conjunto de palavras desconhecidas para leigos, mas a ciência e seus avanços precisam ser divulgados para o bem comum.

Novidades relacionadas à essa área do conhecimento estão sendo apresentadas em um recente trabalho publicado na  conceituada Revista Nature.

Um grupo de pesquisadores, brasileiros, italianos e alemães, utilizando bioinformática e inteligência artificial combinada com análise metagenômica (análise do DNA da flora intestinal) investigaram o microbioma de 969 pessoas de vários países. Verificaram que entre as bactérias presentes no intestino de doentes de câncer coloretal havia maior prevalência de bactérias da espécie Fusobacterium nucleatum comparativamente do que havia em indivíduos sãos, entre outros achados.

Os resultados destes estudos são marcantes e só vem confirmar o que já foi dito nos artigos anteriores, da importância da flora intestinal e da sua relação com doenças.

Ao utilizar as bactérias presentes no intestino, como marcadores de desenvolvimento de doenças, os pesquisadores avançam para obter uma ferramenta diagnóstica simples, não invasiva que poderá ser tanto utilizada na avaliação de risco como na prevenção e mesmo no tratamento desta grave e mortal doença. É o início de um novo campo de investigação que deverá se estender ao diagnóstico de inúmeras outras doenças.