Anuncie Aqui Branco Topo

5/8 11:17] Urgente e Importante

O Mossad, considerado um dos serviços de inteligência mais eficientes do mundo, antecipa o ataque da Jihad Islâmica em uma operação precisa, elimina os terroristas, inclusive o comandante do ataque que estava escondido em um apartamento.

A operação de inteligencia já é  considerada um marco por antecipar-se a ações de alto risco. O Sul de Israel passou por quatro dias de muita tensão na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza, quando os habitantes da região foram informados que não devem sair das suas residências, as linhas de trem que passam pela região foram todas suspensas bem como muitas linhas de ônibus e diversas estradas fechadas em função das ameaças da Jihad Islâmica de que iria atacar Israel.

Na manhã de hoje Israel abriu novamente as fronteiras para permitir a entrada de Palestinos que trabalham em Israel.
A Jihad Islâmica interpretou a ação Israelense como sendo redução de prontidão e resolveu preparar um grande atentado.

O serviço de informações do exército acompanhava as ações da liderança militar da Jihad e foi decidido eliminar o perigo.

No momento que o veículo carregando os equipamentos e os membros que fariam o imenso atentado, Israel resolveu se antecipar e destruiu o veículo com seus ocupantes.

Ao mesmo tempo, num ataque preciso, um foguete atingiu o apartamento onde se escondia o comandante geral da área militar da Jihad Islâmica.

Israel esta plenamente atenta e pronta para enfrentar eventuais represálias do grupo terrorista.

É importante ressaltar que nenhum equipamento do Hamas foi atacado, já que o Hamas mandou claros sinais que não tem intenção de atacar Israel.

[5/8 11:37 Forças da Jihad Islâmica resolveram atacar Israel com foguetes anti-tanque pois o Domo de Ferro de Israel não consegue abater este tipo de arma.

Israel identificou o movimento, bombardeou e destruiu as duas baterias que se preparavam para iniciar o bombardeio.

No ataque israelense foi abatido o Comandante das baterias anti tanques da Jihad. Trata-se de duro golpe contra a Jihad.

A Ministra Ayelet Shaked afirmou há pouco: “não permitiremos que a Jihad Islâmica dite as condições de vida dos habitantes da região fronteiriça”.

Fontes militares consideram que a Jihad recebeu um golpe profundo e inesperado, tendo perdido 15 terroristas, entre os quais alguns importantes oficiais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.