Holobionte , um novo paradigma vem revolucionar a biologia como a conhecíamos. Holobionte seria uma entidade composta pelo hospedeiro e pelos seres, agregados simbioticamente à ele.

Seth Bordenstein professor da universidade Vanderbilt, USA,  mostrou que os microrganismos simbióticos desempenham papel fundamental em todos os aspectos da vida vegetal e animal, incluindo e influenciando no surgimento de novas espécies.

A época de sermos contra os germes ficou no passado, pois vivemos num mundo microbiano. Somos um ambiente para micróbios e nos beneficiamos da presença deles.

Advertisement

A teoria do Holobionte revela que cada ser vivo é o que é, não só pela própria existência em si, mas é uma rede biomolecular, com todos micro organismos com que vive em simbiose. Na simbiose as relações trazem vantagens para ambos os organismos, daí sermos Holobiontes.

A microbiota – como foi relatado em artigos anteriores publicados no Two Flags Post – é o conjunto de micro organismos que povoam o corpo humano, estejam eles localizados na pele, no intestino ou em outros locos, podendo-se dizer que são mais numerosos do que as nossas próprias células.

Os micro organismos foram as primeiras formas de vida que surgiram no planeta terra e colonizam não só animais, mas também vegetais e se encontram livres na natureza, lembra Denise Cardoso do Instituto de Microbiologia Paulo de Góes da UFRJ.

Assim como o homem, outros animais e os vegetais, seres pluricelulares e altamente complexos, com esse paradigma, passam a ser considerados Holobiontes.

A microbiota exerce funções essenciais, fato até recentemente nem cogitado. Ao estudar um ser, devemos levar em conta todos os organismos associados simbioticamente com ele pois descobriu-se que os seres vivos evoluem geneticamente, não isoladamente , mas em conjunto com a sua microbiota.

A compleição física do indivíduo, isto é que seja mais magro ou gordo, a saúde mental, adaptação ao meio ambiente e a proteção contra doenças, tem sido comprovada como ação do tipo de microbiota que se encontra no hospedeiro, que fornece abrigo e energia à esses micro organismos.

Estas Inter relações, hospedeiro/simbiontes podem ser transmitidas de geração em geração e são responsáveis muitas vezes por características familiares, e inclusive, é tão importante que até o tipo de parto pode definir o tipo de micro organismos que colonizam o bebê.

Felizmente a microbiota pode ser alterada para aumentar a imunidade do holobionte, para regularizar uma deficiência e a saúde, como um todo. Basta lembrar que os probióticos estão na moda e podem melhorar a vida tanto de recém-nascidos como de idosos.

Por tudo isso podemos afirmar que somos todos holobiontes.

Rosa Maria Donini Souza Dias

 

 

 

Rosa Maria Donini Souza Dias, M.Sc. Two Flags Post, Founder, Sciences, Health, Education & Environment Editor, Journalist – Mtb 0083570/SP/BR, IAL Scientific Researcher

Imagem: theholobiont.com

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.