Brasil e outros países abandonam reunião da ONU em sinal de protesto

0
36

O Brasil abandonou o encontro da ONU, em Bruxelas, em sinal de protesto a fala do chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, durante reunião do Conselho de Direitos Humanos. Mais de sessenta diplomatas acompanharam a atitude brasileira, entre os quais os representantes do Grupo de Lima, Israel, Austrália e outros países.

Esses diplomatas afirmaram não reconhecer o governo de Nicolas Maduro, que nos últimos dias voltou a prender, ferir torturas e matar manifestantes que repudiam seu governo ditatorial e ilegítimo.

Segundo Chamil Chade é um ato raro na diplomacia internacional, tentou mostrar o isolamento do regime Maduro. Na ocasião Arreaza apelou para um encontro entre Maduro e Trump como uma forma de impedir a Guerra.

Lembra-se que anteriormente o presidente dos USA já havia recusado esse tipo de dialogo. Agora é muito menos provável pois o poder executivo venezuelano é considerado ilegítimo e ditatorial.

Photo OAntagonista