A bandeira americana no desfile do 1 de maio em Havana

0
95

Um manifestante cubano teve a ousadia e coragem de desafiar o regime comunista, ostentando publicamente a bandeira dos EUA no desfile do dia 1 de maio em Havana, Cuba, num dia “sagrado” para a ideologia oficial da ilha.
O manifestante, presumivelmente Daniel Llorente que ostentou a bandeira americana na parada no dia 1 de maio na Praça da Revolução em Cuba foi preso pelas forças de segurança, relata o jornalista da CNN Patrick Oppmann.
Jornalista e um outro colega seu compartilharam no Twitter o momento em que o cubano correu sob a bandeira dos EUA, enquanto era perseguido pelas forças de segurança trajados à civil. De acordo com Oppmann, o manifestante foi “arrastado” para fora do cordão de segurança pronto para o desfile, uma das maiores concentrações feitas pelo partido comunista cubano à cada ano.Os policiais à paisana detiveram o manifestante e o arrastaram longe dos meios de comunicação social estrangeiros credenciados para cobrir o “desfile histórico” dos “trabalhadores cubanos”, segundo a propaganda oficial cubana, escreve a Cubanet.org (Matéria da Internet – Ucrânia em Africa).

Advertisement

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here