Virus in Pregnancy

(Interim Recommendations)

Zika virus can be spread from a pregnant woman to her fetus. There have been reports of a serious birth defect of the brain called microcephaly and other poor pregnancy outcomes in babies of mothers who were infected with Zika virus while pregnant. Knowledge of the link between Zika and these outcomes is evolving, but until more is known, CDC recommends special precautions for the following groups: If you have a male partner who lives in or has traveled to an area where Zika transmission is ongoing, either abstain from sex or usecondoms consistently and correctly for the duration of your pregnancy.

zika

Advertisement

Zika é  um vírus transmitido principalmente por mosquitos, mas também pode ser transmitido pelas relações sexuais. Fique alerta se você tem um parceiro que vive  numa área ou viajou para um país onde há a transmissão  do Zika  vírus, use preservativos durante toda a sua gravidez pois ajudam também a prevenir o HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis.

O CDC(*) recomenda que os viajantes  se protejam de picadas de mosquitos. Você e seu parceiro masculino devem seguir rigorosamente medidas para evitar estas picadas.

CDC

Lembre-se, a gravidade se dá pelo fato de que o vírus pode ser transmitido de uma mulher grávida para o feto.

Têm sido descritos casos  de lesão grave que reduz o tamanho do cérebro, conhecida como  microcefalia e que poder gerar bebes com problemas de visão, de locomoção e de real deficiência física ou mental. A relação entre Zika  vírus e estas anomalias vem sendo divulgadas pelo CDC, que fica em Atlanta, aqui nos Estados Unidos, e insistentemente recomenda-se precauções especiais para os seguintes grupos: mulheres que estão grávidas, em qualquer trimestre ou as que estão tentando engravidar e seus parceiros que devem evitar viajar para áreas onde exista a transmissão do vírus Zika, inclusive localizadas no Brasil e no Caribe. Se for impossível adiar a viagem fale com o seu médico  e siga rigorosamente as medidas para evitar picadas de mosquitos.

Lembre-se que é muito grave e com pequenos cuidados pode-se evitar danos permanentes. Ao viajar proteja-se cobrindo a pele exposta vestindo camisas e calças de mangas compridas. Use repelentes de insetos, verifique se contem DEET, picaridin, óleo de eucalipto citriodora (OLE), ou IR3535.

Alerta também para as futuras mamães e as que estão amamentando para só usarem repelentes de insetos EPA-registrados, A maioria dos repelentes pode ser usada em crianças com 2 meses de idade, evitando-se passar na mão dos bebes. Use roupas e equipamentos (tais como botas, calças, meias e mosqueteiros) tratados com permetrina. Compre roupas e equipamentos pré-tratados ou trate você mesmo, fique e durma em quartos com ar-condicionado.

Os sintomas são febre com uma erupção cutânea, dor nas articulações ou olhos vermelhos. Se viajou comunique ao médico. Os medicamentos indicados são paracetamol para aliviar a febre e dor. Não tome aspirina, produtos que contenham aspirina ou outros medicamentos anti-inflamatórios não-esteróides, como o ibuprofeno. Descanse bastante e beba muitos líquidos.

Atenção especial às viajantes grávidas que retornam de áreas com transmissão Zika: se apresentarem sintomas podem fazer testes para detectar  infecção pelo vírus Zika. Isso inclui tanto as mulheres grávidas com sintomas de Zika e mulheres grávidas sem sintomas. Se você não tem sintomas da doença, visite o seu médico entre 2 e 12 semanas depois de retornar de viagens. Para as mulheres grávidas assintomáticas, o teste é recomendado entre 2 e 12 semanas após o regresso da viagem.

Profissionais de Saúde fiquem alertas e consultem diretrizes atualizadas do CDC para profissionais de saúde no atendimento a mulheres grávidas e as mulheres em idade fértil durante a epidemia do vírus Zika.

(*)

Rosa Maria Donini Souza Dias, MSc

Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo/USP

Pesquisadora Cientifica, foi Chefe do Laboratório  de Parasitologia do Instituto Adolfo Lutz, S.Paulo/Brasil.

(**)

fonte de conteúdo:

Centros de Controle e Prevenção de Doenças

Centro Nacional de Emergentes e zoonóticas Doenças Infecciosas (NCEZID)

Divisão de Migração Global e Quarentena (DGMQ)

CDC 1600 Clifton Road

Atlanta, GA 30329-4027 EUA 800-CDC-INFO (800-232-4636) Contato

CDC-INF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.